Alunas ipojucanas ganham o mundo através da música

Alcione Maria da Silva Nunes de 16 anos, aluna da escola de referencia em ensino médio – EREM Albertina da Costa Soares, moradora do engenho São Paulo, zona rural de Camela, distrito de Ipojuca. Conseguiu através da música, onde conheceu há 4 anos, a oportunidade para viajar e estudar fora do país. A jovem violinista da orquestra Criança cidadã da cidade do Ipojuca, terá a oportunidade de aprender muito mais sobre seu instrumento e também, sobre a arte da música clássica.

Alcione falou de sua reação ao receber a notícia que conseguiu o que tanto queria com a música. “No momento eu fiquei sem reação, mas estava confiante de que tudo daria certo, comecei a estudar desde do mês de outubro de 2017”. A prova foi realizada no primeiro semestre de 2018. “Fiz a prova e passei, a partir daquele momento minha vida havia mudado completamente. Eu sabia que ali estava iniciando uma nova jornada da minha vida, sabia que a partir dali minha vida iria mudar. Apesar das situações difíceis que passei eu sabia que aquela era uma oportunidade de mudar minha vida e da minha família.” completou a estudante.

Além de ter a oportunidade de estudar fora do Brasil, Alcione recebeu uma boa notícia do Diretor Geral da Faculdade José Lacerda Filho de Ciências Aplicadas – FAJOLCA. Uma bolsa de estudos integral para ela estudar no curso que optar por fazer quando voltar de viagem. “Bom, no momento em que eu recebi a notícia que tinha ganho uma bolsa de estudo integral na FAJOLCA, não acreditei, pensei será que é pra mim mesmo? não contive as lágrimas e fui contar pra minha mãe. Eu sabia que mais uma porta se abria para mim, e sabia que na escada vida tinha subido mais um degrau. A FAJOLCA está contribuindo muito porque eu sei que serei uma profissional. A FAJOLCA sempre e sem dúvida vai contribuir muito em minha vida em todos os aspectos.” comentou.

Ela também falou o que pretende fazer quando voltar ao Brasil. “Quero concluir o ensino médio e iniciar minha faculdade. Além disso quero falar para pessoas que o primeiro passo é sempre querer, também quero visitar salas na minha escola e falar para as pessoas que se a gente quer a gente pode, inspirar pessoas para também poder tentar fazer um intercâmbio, assim como eu tive essa oportunidade outras pessoas que muitas vezes não conhecem o programa”.

Além de Alcione, outra aluna de escola pública de Ipojuca passou na prova do programa ganhe o mundo do governo estadual.

Por Victor Santos / Assessoria de Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *