Página Inicial    Contato
Matrícula:    Senha:    


"Educar não é apenas um ato de amor, mas uma arte!"
Lais Lacerda
História de Ipojuca
População: 59.281 habitantes
Distância do Recife: 57 km
Acessos: PE-60 e BR-101 (via Cabo de Santo Agostinho);duplicadas até a entrada para Suape, mas pista simples e trechos sinuosos até Porto de Galinhas.

História

A colonização de Ipojuca teve inicio em 1560, após a expulsão dos índios Caetés e outras tribos do litoral sul de Pernambuco. A partir daí, os colonos puderam migrar para as terras férteis e ricas em massapê de Ipojuca; essas terras são bastante propícias para o cultivo da cana-de-açúcar, o que causou um rápido surgimento de diversos engenhos na região. Dessa forma Ipojuca consolidou-se como uma das mais importantes regiões do Sistema Colonial. Com dois portos - Suape e Porto de Galinhas - além da maior várzea de massapê do Nordeste, Ipojuca fazia parte do triangular comércio colonial; Galinhas ganhou esse nome porque era assim que se se referia aos escravos chegados da África, naquele período. O distrito de Ipojuca foi criado pela lei municipal de nº 02, de 12 de novembro de 1895. A vila surgiu com sede na povoação de Nossa Senhora do Ó e depois foi transferida para a povoação de São Miguel de Ipojuca.

Com o Decreto estadual de nº 23, de 04 de outubro de 1890, a sede foi restabelecida em Nossa Senhora do Ó. Há inúmeras controvérsias sobre a data de fundação de Ipojuca, mas, segundo um vigário da freguesia seria no ano de 1596. A origem do seu nome vem do tupi guarani Iapajuque, que significa Água Escura. Administrativamente, o município é formado pelo distrito sede e pelos povoados de Camela, Nossa Senhora do Ó, Porto de Galinhas, Praia do Touquinho e Suape.

Anualmente, no dia 30 de março Ipojuca comemora a sua emancipação política.

Faculdade José Lacerda Filho de Ciências Aplicadas
Avenida Francisco Alves de Souza 500 - 55590-000 Ipojuca-PE - Fone (81) 3551-1221
© 2003 - 2017 Qualinfo Tecnologia - Todos os Direitos Reservados